Imagens por direitos



Favelas em Foto

Série de encontros discute a criação fotográfica nas favelas do Rio de Janeiro, o papel da fotografia nas disputas de narrativa e a preservação da memória das lutas por direitos. Os eventos reunirão moradores, ativistas e organizações de direitos humanos que atuam nas favelas além de fotógrafos e coletivos de comunicação popular

Foto Fanpage

“Nós, fotógrafos, lidamos com coisas que estão continuamente desaparecendo e, uma vez desaparecidas, não há mecanismo no mundo capaz de fazê-las voltar outra vez. 
Não podemos revelar ou copiar uma memória.”
Henri Cartier-Bresson

Favelas em Foto é uma realização da Fundação Rosa Luxemburgo com o coletivo multimídia Favela em Foco. A proposta é debater a documentação fotográfica feita em espaços populares e favelas além de avaliar o processo de construção de memória nesses lugares. Queremos questionar se a documentação feita até este momento atende as demandas dos moradores e se há uma divergência entre o que é produzido e os desejos da população representada na documentação.

Começaremos com um ciclo de cinco encontros, entre março e junho. Serão quatro encontros em diferentes lugares – Providência, Vila Kennedy, Santa Marta e Manguinhos. E ao final, um último encontro no qual será feito um balanço sobre o processo. Para cada encontro contaremos com a presença de moradores, ativistas e organizações de direitos humanos que atuam nas favelas, fotógrafos e coletivos de comunicação popular, com o objetivo de discutir a memória como um bem comum e o direito de cada território e movimento social contar sua própria história. Depois de cada encontro haverá uma oficina de fotografia voltado para moradores da região. Os trabalhos finais das oficinas nos territórios serão apresentadas no quinto e último encontro e servirão para estimular os debates.

Em essência, a documentação desses espaços é a história que contamos da cidade do Rio de Janeiro. É uma semente pro futuro, não apenas um retrato do passado. Os moradores de favela tiveram historicamente pouco acesso à voz e à produção de suas narrativas visuais. Esse é um momento para que moradores retratados e moradores fotógrafos possam se reunir e avaliar conjuntamente como querem contar sua história nesse contexto de uma cidade desigual sócio-espacialmente, mas também informativamente. O acesso à construção e divulgação de sua memória e seus espaços urbanos é também um direito à cidade.

O primeiro encontro acontecerá sábado, dia 3 de março na Providência. Este encontro pretende escutar a opinião dos moradores da região sobre as fotos produzidas no local. Será um dia de conversa para pensarmos no papel da fotografia ao contar histórias de cada lugar. Que história temos contado sobre os espaços e como os moradores sentem essas narrativas?

Na parte da manhã os moradores vão falar a partir de fotos impressas sobre a Providência. À tarde, teremos diferentes atividades: veremos fotos que os moradores quiserem compartilhar; teremos a apresentação de alguns trabalhos fotográficos e, ao final, uma conversa com todos sobre o papel da fotografia na construção de direitos.

Confira a programação e marque presença:

Favelas em Foto Providência
Data: 03/03/2018, sábado
Horário: 10h às 18h
Local: Morro da Previdência

Programação:
10h-13h: Conversa com os moradores a partir de fotografias impressas sobre a Providência.
13h-14h: Intervalo de almoço
14h-15h: Conversa a partir de fotos dos moradores. Sabe aquela foto que vc tem em casa no fundo da gaveta? Põe na roda e conta essa história.
15h-16h: Apresentação de fotos com Maurício Hora e Fotografia Expandida
16h-17h: Debate aberto sobre o papel da fotografia na construção de direitos
17h: Encerramento

Oficina de fotografia para os moradores da Providência
Com o professor Fábio Caffé
Período: 05 ao 09/03/2018
Horário: 18h30 às 21h30
Local: Salão da igreja Nossa senhora da Penha, Providência

 

Programação completa:Cronograma