Arte e política



De cabeça para baixo

Para comemorar o fim do Carrossel Performático do Fyodor no Sesc Consolação, uma temporada de duas semanas da instalação viva com oito artistas, terá uma conversa final moderada pela curadora britânica Margarita Osepyan com todos os artistas do Carrossel

carrossel

Por SESC Consolação e Goethe-Institut

A conversa abordará todas as questões levantadas pelos artistas e pelo público nestas duas semanas de sessões em São Paulo: censura, distância entre a obra de arte na performance e seu público, questões políticas enfrentadas pelas live arts, nudez e demais tópicos relacionados à sociedade brasileira contemporânea.

A conversa será acompanhada pela performance do participante do Carrossel, o jovem artista e curador londrino Jamie Lewis Hadley que irá, em oposição à longa duração do Carrossel, mas complementando sua resistência, apresentar seu trabalho mais icônico Sobreviveremos ao Sangue que Brota de Você, de 15 minutos. 

Conversa da curadora e artistas + performance Jamie Lewis Hadley
Sábado, 18/11, às 12h
Sesc Consolação – Rua Doutor Vila Nova, 245
Confirmar presença

A conversa será seguida de uma sessão de perguntas e respostas com o público, os artistas e colaboradores do Carrossel: Evamaria Schaller (AL), Fyodor Pavlov-Andreevich (BR), Anguezomo Mba Bikoro (GB), Rafael Menôvа (BR), Jamie Lewis Hadley (GB), PASHIAS (GR), Clarissa Sacchelli (BR), Guta Galli (BR), Marko Brajovic (co-criador do Carrossel e arquiteto, BR), Ilya Pusenkoff (videoartista, AL) Anna Shpilko (produtora internacional, RU), Yara Howe (assistente de curadoria, BR) e Margarita Osepyan (curadora, GB). O público da conversa será então convidado para à se juntar à sessão das 2 da tarde do Carrossel. 

Fyodor's Performance Carousel 2014 Buenos Aires photo by Guta Galli

Carrossel é uma exposição de performances única, idealizada pelo artista russo brasileiro Fyodor Pavlov-Andreevich, que teve suas duas primeiras edições em 2014 em Buenos Aires e em 2016 em Viena. Em novembro de 2017 Carrossel aterrissa no SESC São Paulo, juntando performers proeminentes – 4 brasileiros e 4 internacionais. O Carrossel rodará por duas semanas consecutivas com uma performance de 5 horas de duração diária e uma programação paralela de debates.

Carrossel é uma forma mágica de apresentar arte contemporânea. Ele foge de você – mas você deve segui-lo e não desistir jamais. Cem visitantes por hora devem assinar um contrato que se comprometem a não sair do espaço por uma hora, eles passam à Capela de Check-In (parte introdutória do Carrossel idealizada pelo artista alemão Ilya Pusenkoff) e finalmente se espalham pelas oito seções do Carrossel Performártico, vendo trabalhos individualmente e em grupos, passando tempo com cada artista ou focando em um único trabalho.

O Carrossel também é um exemplo puro de arte participativa – sem o esforço dos visitantes a estrutura não rodará, então as três estações de bicicletas ao redor do Carousel devem sempre estar ocupadas pelos visitantes, pedalando em nome da arte.

Carrossel Performático de Fyodor – De cabeça para baixo
QUI (16) e SEX (17), de 17 às 21h
SÁB (18) e SEG (20), de 14 às 18h
Sesc Consolação – Rua Doutor Vila Nova, 245
Confirmar presença

A edição paulistana do Carrossel Performático de Fyodor  também encerra em grande estilo o programa multidisciplinar do Goethe Institut, Episódios do Sul, o transformando em uma coprodução entre o Instituto Goethe e o SESC.

A partir da pesquisa em São Paulo e da investigação-ação no Senegal realizadas pelo artista visual Daniel Lima e a produtora Raquel Borges para o Novas Diásporas – Episódio Senegal, será lançado, na segunda-fera, dia 20 de novembro, o filme e a cartografia Teranga!

senegalFestival do Sul | Documentário e cartografia “Teranga!”
Segunda, 20/11, às 11h
Sesc Consolação – Rua Doutor Vila Nova, 245
Confirmar presença

No primeiro semestre de 2017, a equipe realizou uma pesquisa com imigrantes senegaleses em São Paulo, visitou a capital Dakar e uma série de cidades no interior do Senegal para a realização de uma investigação-ação sobre a história recente do país, a continuidade do poder europeu sobre terras africanas e os novos fluxos migratórios que se estabelecem.

O conteúdo captado foi editado e traduzido conjuntamente com imigrantes senegaleses residentes em São Paulo. O grupo senegalês Baye Fall, sob direção musical do DJ Will Robson, criou um repertório musical exclusivo para uma apresentação audiovisual realizada em junho de 2017, no evento Novas Diásporas – Episódio Senegal, no Goethe Institut São Paulo.

A cartografia, a ser distribuída gratuitamente (500 exemplares), concatena o rico conteúdo desenvolvido coletivamente com imigrantes senegaleses durante o processo do Novas Diásporas – Episódio Senegal. O conteúdo foi desenvolvido durante as seguintes etapas do processo: encontros preparatórios para a viagem ao Senegal, pesquisas em São Paulo, investigação-ação no Senegal, oficinas de vídeo, ensaios, criações musicais e rodas de conversas realizadas com os imigrantes senegaleses residentes em São Paulo.

O público ainda será introduzido à típica culinária senegalesa durante os lançamentos. Como uma experiência culinária, pratos típicos produzidos por imigrantes senegaleses serão servidos acompanhados pelo saborosíssimo Café Touba, típico café senegalês aromatizado.

Carrossel Performático: SESC Consolação e Goethe-Institut (organização), The British Council e Fundação Rosa Luxembourg (apoio).

Fotos: Guido Mencari, Guta Galli