Radionovela



Rosa Luxemburgo

A versão em português da radionovela “Rosa Luxemburgo, vida e obra de uma lutadora pelo socialismo democrático”  foi produzida em uma parceria entre a Fundação Rosa Luxemburgo, MST e Radioagência Brasil de Fato. A versão online é lançada aqui, a partir do dia 16 de outubro com um capítulo por dia, até o dia 25 de outubro

Slider - neu

Rosa Luxemburgo vive!

A figura de Rosa Luxemburgo (1871-1919) continua despertando interesse mundo afora, como mostra o sucesso do HQ Rosa Vermelha, da cartunista inglesa Kate Evans, lançada em vários continentes e, simultaneamente com esta radionovela, no Brasil.

Desde 2003, o escritório regional da Fundação Rosa Luxemburgo em São Paulo tem se dedicado à divulgação do pensamento da grande socialista libertária, no marco do seu trabalho de educação popular e formação política.

No centenário da Revolução Russa, também relançamos o seu texto do mesmo título, um verdadeiro libelo a favor da soberania popular contra o autoritarismo e a burocracia.

Obras sobre Rosa Luxemburgo publicados pela Fundação Rosa Luxemburgo no Brasil

2008 – Socialismo ou Barbárie. Rosa Luxemburgo no Brasil. Organização Isabel Loureiro, entrevistas feitas por Danilo César e Nicolau Bruno com Paul Singer, Michael Löwy, Angela M. de Almeida, Isabel Loureiro, Gilmar Mauro e Paulo Arantes (São Paulo: Editora Estação das Artes)

2009 – Rosa Luxemburgo. Textos escolhidos. Organização Isabel Loureiro (São Paulo: Editora Expressão Popular)

2015 – Rosa Luxemburgo ou o preço da liberdade. Organização Jörn Schütrumpf (São Paulo: Editora Expressão Popular, segunda edição)

2017 – Textos escolhidos (volumes I e II) e cartas (volume III).Rosa Luxemburgo. Organização Isabel Loureiro (São Paulo: Editora Unesp, segunda edição)

2017 – Rosa Vermelha. Uma biografia em quadrinhos de Rosa Luxemburgo. Texto e ilustrações de Kate Evans (São Paulo: Editora WMF Martins Fontes)

2017 – A Revolução Russa. Rosa Luxemburgo (São Paulo: Fundação Rosa Luxemburgo)

Sim, Rosa foi uma lutadora em defesa da criatividade popular e da democracia de base. Sua trajetória de mulher emancipada, jornalista brilhante, teórica da economia política, professora carismática e agitadora incansável é tão inspiradora como sua paixão profundamente antimilitarista, anticolonialista e “ecológica” – a favor dos povos indígenas e da natureza.

Esta radionovela, cujo roteiro original foi desenvolvido em Quito, no Equador, e cuja versão brasileira ficou a cargo do MST, capta muito bem a personalidade de Rosa e a época agitada das revoluções russas e alemãs.

Capítulo 1:

CAPITULO 1 - ROSA

Neste primeiro capítulo da radionovela, acompanhamos o nascimento de Rosa Luxemburgo, as dificuldades de sua infância como judia, em uma Polônia subjugada pelo Império Russo, seus primeiros anos de estudo e o início de sua militância na juventude.
Download.

 

Capítulo 2:

CAPITULO 2 - LEO

No capítulo 2 da radionovela, Rosa Luxemburgo inicia seus estudos na universidade e aprofunda sua militância política aderindo ao Partido Socialista Polonês. Participa do Congresso da Internacional Socialista onde defende o internacionalismo.
Download.

 

Capítulo 3:

CAPITULO 3 - BEBEL

No capítulo 3, Rosa Luxemburgo está na Alemanha e filia-se ao Partido Social Democrata alemão, fundado e presidido por August Bebel. Desenvolve intenso trabalho de agitação política e combate o revisionismo.
Download.

 

Capítulo 4:

CAPITULO 4 - LENIN

No capítulo 4, estoura a Revolução de 1905 na Rússia. Rosa Luxemburgo junta-se aos revolucionários. Tem seu primeiro encontro com Lenin.
Download.

 

Capítulo 5:

CAPITULO 5 - LUISA

No capítulo 5,  Rosa Luxemburgo e sua amiga Luisa Kautsky refletem sobre as contradições do machismo na própria militância. Ela dá aulas de História Econômica na escola do Partido. É a única mulher no corpo docente.
Download.

 

Capítulo 6:

CAPITULO 6 - CLARA

No capítulo 6, as contradições da disputa imperialista se agravam e a guerra se aproxima. Rosa e sua amiga Clara Zetkin fazem um incansável trabalho contra a guerra. Inicia-se a 1° Guerra Mundial e os deputados sociais-democratas aprovam os créditos de guerra.
Download.

 

Capítulo 7:

CAPITULO 6 - LIEBKNECHT

No capítulo 7, Rosa Luxemburgo, Karl Liebknecht e outros militantes travam um duro combate contra a guerra. Rosa Luxemburgo e Karl Liebknecht fundam a Liga Espartaquista.
Download.

 

Capítulo 8:

IMG-20171023-WA0000

No capítulo 8, em meio à guerra, triunfa a Revolução bolchevique na Rússia. Rosa segue na prisão, em consequência de sua atividade antibélica. Ela começa a escrever sobre a Revolução Russa. Franz Mehring defende uma revolução também na Alemanha.
Download.

 

Capítulo 9:

CAPITULO 9 - ROSA

No capítulo 9, a Alemanha é derrotada na guerra. Em novembro de 1918, começa a revolução na Alemanha. Após meses de prisão, que faz com que sua saúde fique muito debilitada, Rosa consegue sua liberdade. Ela participa ativamente no processo revolucionário e ajuda a fundar o Partido Comunista da Alemanha.
Download.

 

Capítulo 10:

CAPITULO 10 - ROSA

No capítulo 10, a Revolução Alemã é violentamente reprimida pelo governo socialdemocrata. Rosa é capturada e assassinada. Seu enterro se torna uma poderosa manifestação. No canal onde seu corpo foi jogado, aparecem flores vermelhas.
Download.

 

Para ouvir a versão original em espanhol, clique aqui.