Urgente: Evento cancelado em SP



O Bem Viver e suas perspectivas

Roda de conversa, 27 de agosto, reúne, em São Paulo, Alberto Acosta e Juliana Gonçalves que irão refletir sobre as possibilidades de resistência às opressões que atingem a sociedade contemporânea.

FACE_Debate-Plana_Alberto-Acosta

Por Fundação Rosa Luxemburgo

Nesta segunda-feira, 27/08, o pensador equatoriano Alberto Acosta estará em São Paulo para debater sobre Bem Viver, plurinacionalidade, direitos da natureza, descolonização e outros temas com a jornalista e feminista Juliana Gonçalves, ativista da Marcha das Mulheres Negras de São Paulo. O bate-papo acontece na Casa Plana a partir das 19h, com entrada franca.

Alberto Acosta foi ministro de Energia e Minas durante os primeiros meses do governo Rafael Correa, no Equador, e depois presidiu a Assembleia Constituinte que colocou na Constituição equatoriana os conceitos de Bem Viver, Direitos da Natureza e Plurinacionalidade, propondo uma nova forma de organização econômica e social e o reconhecimento pleno dos direitos do meio ambiente e das populações indígenas e tradicionais que habitam o país.

Acosta é autor do livro O Bem Viver: uma oportunidade para imaginar outros mundos, lançado no Brasil em 2016 pelas editoras Elefante e Autonomia Literária, em parceria com a Fundação Rosa Luxemburgo. Também escreveu artigos para os livros Descolonizar o imaginário: debates sobre pós-extrativismo e alternativas ao desenvolvimento (Elefante & Autonomia Literária, 2016) e O eclipse do progressismo: a esquerda latino-americana em debate (Elefante, 2018).

Juliana Gonçalves é jornalista, ativista dos direitos humanos com foco em raça e gênero, integra a Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial de São Paulo e a Marcha das Mulheres Negras de São Paulo. “O Bem Viver permite sonhar outros mundos e dá base para uma prática política que visa a desconstrução das opressões estruturais a partir do rompimento de práticas colonizadoras”, diz Juliana, para quem o Bem Viver vem sendo cada vez mais reivindicado pelo movimento negro no Brasil.

SERVIÇO
BEM VIVER, ALTERNATIVA ÀS OPRESSÕES
Com Alberto Acosta e Juliana Gonçalves
Data: 27/08, segunda-feira
Horário: às 19 horas
Endereço: Casa Plana (Rua Fradique Coutinho, 1139, Pinheiros)
Entrada franca