SILVIA FEDERICI NO RIO DE JANEIRO



Pesquisadora participa de atividade com lideranças feministas

SILVIA FEDERICI GOETHE
Retomar a história das bruxas para enfrentar as dominações que persistem no presente

Mulheres-bruxas, seus saberes, suas terras, seus corpos, seu trabalho são os temas a serem discutidos na próxima edição do Urgências! Feminismo, que acontecerá pela primeira vez no Rio de Janeiro, no dia 16 de julho (domingo), das 11h às 18h, na Grande Cia Brasileira de Mysterios e Novidades (Rua Pedro Ernesto, casa 21, Gamboa).

O encontro conta com a participação da feminista italiana Silvia Federici, do Coletivo Feminista Internacional, Giovana Xavier, Professora da UFRJ e coordenadora do grupo Intelectuais Negras, Sandra Benites, Guarani Nhandeva e mestranda em Antropologia na UFRJ. A mediação fica por conta da Revista DR e do P.A.C.A. (Programação de Ações Culturais Autônomas).

Além do debate com as convidadas, haverá o pré-lançamento do livro Calibã e a Bruxa: mulheres, corpo e acumulação primitiva, de Federici, traduzido pelo coletivo Sycorax (Editora Elefante). O livro repensa a história do capitalismo desde uma perspectiva feminista, colocando no seu centro a relação entre a caça às bruxas nos séculos XVI e XVII e a divisão sexual do trabalho, que confina as mulheres ao trabalho reprodutivo. Retomar a história das bruxas para enfrentar as dominações que persistem no presente.

Nas palavras de Silvia: “Por que depois de quinhentos anos de domínio do capital, no início do terceiro milênio, os trabalhadores em massa ainda são definidos como pobres, bruxas e bandoleiros? De que maneira se relacionam a expropriação e a pauperização com o permanente ataque contra as mulheres? O que podemos aprender sobre o desdobramento capitalista, passado e presente, quando examinado de uma perspectiva feminista?” (Leia recente entrevista com a autora sobre o 8 de março.)

Os encontros intitulados Urgências!, com duração aproximada de oito horas, consistem em plataformas de discussão sobre questões contemporâneas. Cada edição conta com a presença de convidadxs, cuja atuação vem se destacando nacional e internacionalmente nos campos específicos dos debates propostos. O encontro faz parte do projeto Episódios do Sul, concebido pelo Goethe-Institut, que busca visões e contribuições do Sul na arte, na ciência e na cultura.

GOETHE FEMINISMOSEm 2017, os encontros Urgências! estão sendo realizados pelo Goethe-Institut em cooperação com a Fundação Rosa Luxemburgo. O evento integra uma série de 4 atividades com Silvia Federici (organizada pela Fundação Rosa Luxemburgo, Goethe-Institut, Coletivo Sycorax e Editora Elefante) que contará ainda com rodas de conversa no Museu da Maré, no RJ (em parceria com o Instituto PACS) e em SP na Galeria Olido e Cidade Tiradentes.

SOBRE AS PARTICIPANTES

SILVIA FEDERICI
Nasceu na Itália e vive nos Estados Unidos desde os anos 1960, onde construiu sua militância feminista e colaboração com o movimento negro. Cofundadora da Coletivo Feminista Internacional, participou da campanha por Salários para o Trabalho Doméstico e integrou o Coletivo Midnight Notes. Nos anos 80, viveu e ensinou na Nigéria, onde trabalhou com organizações de mulheres e contra as políticas de ajuste estrutural que estavam sendo aplicadas na África. Seus livros mais recentes são Calibã e a Bruxa: mulheres, corpo e acumulação primitiva (Sycorax, 2017) e Revolução no ponto zero. Trabalho doméstico, reprodução e lutas feministas (Traficantes de Sueños, 2013).

GIOVANA XAVIER
Giovana Xavier é Professora da UFRJ e coordenadora do grupo Intelectuais Negras.

SANDRA BENITES
Nascida na aldeia Porto Lindo município de Japorã (MS). Sandra é Guarani Nhandewa. Lecionou de 2004 a 2013 na aldeia Três Palmeiras. Onde eu residia antes deu ir morar no RJ.  Cursou o programa de licenciatura intercultural indígena do sul da mata atlântica organizada pela Universidades Federal de Santa Catarina e em 2014 foi indicada pela comunidade Guarani do Rio de Janeiro para assumir um cargo como coordenadora pedagógica na Secretaria de Municipal de Educação de Maricá (RJ). Atualmente cursa o mestrado no Museu Nacional, em Antropologia Social (ppgas/mn/ufrj). Faz parte do Instituto dos Saberes dos Povos Originários-Aldeia Jacutinga.

REVISTA DR  | www.revistadr.com.br
DR é uma revista de política e de cultura feita por mulheres. Surgiu da dificuldade de discutir política com homens e do desejo de conversar sem colocar o pau na mesa. A política afeta todo mundo e se diz de muitas maneiras. O capitalismo não é independente das produções subjetivas que engendra – dos usos da linguagem e das formas de vida. Por isso mesmo, construir alternativas é também prefigurar outras formas de falar e de se relacionar, entre nós e com o mundo. DR é uma proposta de conversa atenta ao tom, na qual seja possível ter voz sem precisar incorporar a linguagem e os gestos dos regimes de verdade. Ana Kiffer, Fernanda Bruno, Mariana Patrício, Oiara Bonilla, Tatiana Roque e Thamyra Tamara são as editoras da Revista DR.

SERVIÇO

Urgências! Feminismo
Domingo, 16 de julho de 2017
11h às 18h
Grande Cia Brasileira de Mysterios e Novidades
Rua Pedro Ernesto, casa 21, Gamboa, Rio de Janeiro
Capacidade: 90 pessoas (preenchimento de vagas por ordem de chegada)

PROGRAMAÇÃO
Das 11h às 13h
Pré-lançamento do livro Calibã e a Bruxa: mulheres, corpo e acumulação primitiva | Editora Elefante – tradução Coletivo Sycorax

Das 13h às 18h
Urgências! Feminismo
Com Silvia Federici, Giovana Xavier e Sandra Benites. Mediação: Revista DR e P.A.C.A.