Moradores de rua



Limpeza Urbana no Viaduto Bresser

Como as antigas ações higienistas da gestão Kassab, no dia 30 de agosto de 2013, a GCM e a Limpeza Urbana retiraram os pertences e as moradias improvisadas das pessoas em situação de rua no Viaduto Bresser – chamado pelos moradores de cimento, no bairro da Mooca. Numa ação desordenada, violenta e sem proposta, as pessoas em situação de rua sofreram com a violência física e moral. Assim que a GCM foi embora, começaram a montar outras algumas barracas que conseguiram salvar. O mais revoltante foi o trabalho das escavadeiras que após a queima das moradias começaram a revolver a terra, numa clara tentativa de impedir que se monte novas moradias.